É aceita pela Academia Americana de Dor Orofacial que Desordem Temporomandibular  (DTM) é um termo coletivo que envolve um número de sinais e sintomas que incluem ruídos articulares, como estalidos e crepitações, dor nos músculos mastigatórios, limitações durante os movimentos mandibulares, dores faciais, dores de cabeça e dores na articulação temporomandibular, sendo considerada a segunda maior causa de dor orofacial após a dor de dente.

Fatores anatômicos, comportamentais, ambientais e emocionais podem contribuir para o desenvolvimento de sinais e sintomas e a perpetuação da DTM. Portanto, a DTM pode ser considerada uma disfunção multifatorial.

Embora a DTM ocorra em ambos os gêneros, estudos recentes encontraram maior prevalência em mulheres e tem sido sugerido que entre 40% e 75% da população apresenta pelo menos um sinal de DTM, como a presença de sons intra-articulares, de modo que 33% dos casos apresentam pelo menos um sintoma, como dor facial ou articular.

 

Classificação da DTM

 

A DTM pode ser classificada como miogênica (proveniente dos músculos), artrogênica (proveniente da articulação) ou mista, a literatura mostra que os tipos de origem mista (articular e muscular) são as mais prevalentes.

ATM      |      DTM     |     Contato

SEÇÕES DE INTERESSE

Responsável técnico: Dr Jerônimo Rafael Skau. CREFITO-3/27847F.

11 4172-6693

11 96066-0079

Av. Miruna, 553. 

Moema. São Paulo, SP 

©  2018 by ch34. All rights reserved